Matéria com participação de Regina Dorriguello, Diretora de Talent Development da STATO:

O uso de jogos no trabalho estimula as vendas e ajuda a engajar os colaboradores; conhecer o perfil da equipe é fundamental

Ao chegar ao trabalho, os funcionários podem checar como estão as vendas, qual sua posição em um ranking de equipe e o quanto falta para atingir uma meta. Tudo isso no formato de um jogo, com visual divertido e interações ao longo do dia. Assim é a chamada gamificação nas empresas – tendência que cresce cada vez mais no país -, em que jogos são usados para estimular as vendas e ajudar no crescimento do negócio. Com um jogo personalizado para a companhia os colaboradores podem ser inseridos dentro de uma corrida, uma caça a um prêmio ou a outros cenários. O intuito, é inovar o trabalho em equipe e alavancar as vendas.

Com a transformação digital e o aumento dos profissionais da geração Y – também chamada de geração milênio ou da internet – cresce a necessidade das empresas adotarem abordagens diferentes para estimular os funcionários e manter um bom fluxo do trabalho. “A geração mais jovem contribuiu com esse cenário, mas trata-se de uma mudança que está afetando a todos”, explica Regina Dorriguello, diretora de talent development da consultoria STATO.