Matéria publicada no EXTRA, com participação de Carlos Alvim, Diretor Regional da STATO:

Sete shoppings já promoveram contratações, e diversas lojas recebem currículos

[…] Carlos Alvim, Diretor Regional da STATO no Rio, consultoria de movimentação de talentos, explica que dados devem constar no currículo:

DICAS PARA FAZER O CURRÍCULO

Divida em sete partes
Divida seu currículo em sete partes: informações pessoais (nome, e-mail, número de celular e endereço); objetivo (função ou área de atuação); resumo das qualificações (conhecimentos e atividades que já executou); formação acadêmica; conhecimento de língua estrangeira (caso o tenha); experiência (se tiver, indicar empresas por onde passou, funções e datas); e outros cursos relevantes.

Conte mais
Discorra sobre realizações num trabalho antigo, remunerado ou não. Citar, por exemplo, uma ação que reduziu algum custo ou aumentou o lucro pode diferenciar candidatos.

Tenha atenção
Muita atenção ao português. Para isso, vale pedir para mais de um pessoa para que revise o que você escreveu.

Seja objetivo
O currículo não deve ter mais do que duas páginas. O ideal é que tenha somente uma.

Não minta
Evite situações constrangedoras e até exclusão do processo de seleção sendo sempre verdadeiro no currículo.